10 filmes imperdíveis para empreendedores no Netflix

20 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Quem nunca ficou por horas procurando um bom filme no Netflix e não encontrou? Talvez os amantes e seguidores de series não passem por estes problemas, já em termos de filmes acredito que o negócio deixa a desejar.

Como empreendedores e cinéfilos de carteirinha, assistimos, aprovamos e recomendamos todas as dicas abaixo sugeridas pelo portal da Exame. Não deixe de assistir, além de excelentes filmes são verdadeiras as aulas sobre empreendedorismo, que irão te inspirar.

Coincidentemente, a maioria do filmes indicados são histórias verídicas e com personagens fortes.


Leia mais… “10 filmes imperdíveis para empreendedores no Netflix”

Nos trilhos do processo criativo

18 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Mergulhe no processo e o resto será consequência

A parte importante do processo é mergulhar nele próprio, imergir dentro da ideia para que ela tome forma. A definição de processo fala por si: um método, sistema, maneira de agir ou conjunto de medidas tomadas para atingir algum objetivo.

No entanto, para chegarmos aos processos precisamos da ideia. E de onde nascem as ideias? Tem a ver com os nossos sentidos, como visão, audição, olfato, paladar e tato. Ou seja, tudo o que vemos, sentimos, ouvimos, tanto por estímulos externos quanto internos, podem influenciar.

Nosso subconsciente absorve, organiza e guarda. Nosso cérebro conecta todas as nossas experiências, sensações e forma um método para que as coisas possam ter sentido.

“Criatividade é apenas conectar coisas. Quando você pergunta a uma pessoa criativa como elas criaram algo, elas se sentem culpadas, pois não criaram algo de fato, apenas viram alguma coisa. Isso parece óbvio a elas depois de algum tempo”, Steve Jobs.


Leia mais… “Nos trilhos do processo criativo”

7 truques super úteis que vão aprimorar o seu uso do WhatsApp

14 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Dicas simples e super úteis que irão torna-ló um expert no assunto. Sim sabemos que você já domina essa técnica, aliás usamos o aplicativo para tudo nessa vida, só falta ele saber cozinhar rsrs

Dados recentes mostram que o comunicador instantâneo é responsável por 13% do tráfego móvel de dados no Brasil. Ele faz parte de um seleto grupo responsável por enviar e receber quase 80% de tudo que é consumido na internet móvel brasileira. O top cinco dos apps mais “acessados” tem ainda Facebook, responsável por 28% dos dados, Chrome 16%, YouTube 15% e Instagram 6%.

Confira o artigo na integra publicado na Revista Exame – Tecnologia

Dá para acreditar que o WhatsApp está em nossas vidas há apenas cinco anos? Às vezes é difícil lembrar de como era a vida sem ele, numa época longínqua em que a gente usava os telefones para… falar! Agora é difícil encontrar alguém no Brasil que não use esse aplicativo para trocar mensagens, mandar nudes fotos, receber notícias e até – por que não? –  falar.

Para aproveitar o app ao máximo, separamos sete dicas de ouro, que talvez você ainda não conheça. Tome nota:

  1. Você pode favoritar mensagens para acha-las mais facilmente

Você está lá no grupo que marcou uma festa para o fim de semana, e sabe que alguém mandou o endereço de onde vai ser a balada, mas faz uns 4 dias e 653 mensagens já foram enviadas depois dessa… que barra. Se você usar o recurso de favoritar, fica fácil achar essas mensagens importantes.

Para favoritar é fácil: pressione seu dedo em cima da mensagem até aparecer um menu. Daí você clica na estrelinha que fica do lado esquerdo, e pronto.

Para ler as mensagens favoritas, vá em Ajustes e depois em Mensagens Marcadas. Pronto!

  1. Desativar o “visto pela última vez” e o sinalzinho de lido

Se você cansou de ser cobrada porque leu uma mensagem e não respondeu, ou se não quer que saibam quando foi a última vez que você ficou online, é fácil. Vá em Ajustes > Conta > Privacidade e lá escolha “Visto por Último – Ninguém” e desative o recibo de leitura.

A única desvantagem é que você também não vai mais ver essas informações dos seus contatos. Privacidade para todos!

  1. Ver dia e hora em que suas mensagens foram lidas

Agora, se você é fã dos dois tiquezinhos azuis e vai deixá-los bem onde estão, sabia que dá para descobrir a data e hora exatas que sua mensagem foi lida? Basta deslizar seu dedo sobre a mensagem para a esquerda. Vai abrir um menu com data e hora que a mensagem foi entregue e lida.

  1. Descobrir exatamente onde as pessoas estão

Quem nunca ficou com o telefone na mão tentando achar onde os amigos estavam durante o carnaval, ou procurando um bar loucamente? Chega de “É depois da casinha amarela! Aqui em frente ao carro azul!”. Basta pedir que eles te enviem a localização, e você recebe um mapinha. Fácil, né?

Para mandar sua localização, basta clicar na setinha que fica do lado esquerdo na conversa, e escolher “Compartilhar localização”. Veja se o mapa está correto e clique em “Envie sua localização”.

  1. Toques diferentes para diferentes conversas

Cada uma das suas conversas pode ter um alerta diferente, assim você sabe “quem incomoda” antes mesmo de olhar o celular. É assim: entre na conversa, clique no nome da pessoa ou do grupo e vá em “Notificações”.

Lá você pode escolher um som para quando recebe mensagens, e outro para quando a pessoa te liga.

  1. Economizar seu plano de dados

Sim. Chega de ficar baixando vídeos pelo WhatsApp com seu 3G ou 4G e ver o limite chegando cedo demais. Vá em Ajustes > Uso de Dados e escolha as coisas que você só quer que sejam baixadas quando estiver conectado no Wi-Fi. Imagens, áudio, vídeos, documentos.

Você pode também reduzir o uso de dados nas ligações.

  1. Você pode usar negrito, itálico e riscar palavras

Se você quer chamar a atenção para algo na sua mensagem, não precisa mais ESCREVER GRITANDO. Pode usar os mesmos recursos que a gente usa em textos normais: negrito, itálico e riscar palavras.

É fácil. Se quiser usar negrito, coloque a palavra (ou a frase) entre asteriscos. Então *esse trecho* sairia em negrito no Chat. O itálico _é assim com dois underscore, ou underline_, e o riscado ~é assim entre dois til~.

Artigo publicado na Exame – Tecnologia

Dicas imperdíveis e tutoriais da TechTudo

10 truques da BBC Brasil para usar melhor o WhatsApp

Não deixe de ler os outros artigos do blog! Tem muito conteúdo exclusivo que foi desenvolvido pensando em você 😀

 

Você sabe o que é inbound marketing?

12 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Conheça o formato mais eficaz de atrair novos consumidores ao seu negócio

Quer saber qual a ferramenta de marketing mais usada atualmente pela Opend para divulgar seus serviços e atrair novos clientes? A resposta é simples: inbound marketing! Um tipo de marketing considerado por muitos como a forma mais eficiente e barata do que o marketing comum, que tem o propósito de atrair o consumidor a realizar uma compra ao invés de induzi-lo, através de técnicas de marketing online.

O inbound marketing realiza uma série de ações indiretas para atrair diretamente o seu público, através de conteúdo especializado.

Você entrega conteúdos relevantes sobre os seus serviços, negócios e/ou propósitos e as pessoas consomem este conteúdo por ter relação com o tema ou por ser o que procuravam. Um marketing menos invasivo e que pode aumentar a chance de conversão.

Assim, esse formato atinge pessoas que realmente se interessam por aquela mensagem e podemos dizer que tudo gira em torno do conteúdo. Conteúdos de verdade e relevantes que geram leads para o seu site e, consequentemente, engajamento, já que a pessoa chegou a esse conteúdo por ser o que ele procurava e não ao contrário.

Existe um ciclo de trabalho bem definido por agências e empresas que praticam o inbound marketing:

Planejar e estruturar os temas (pautas) – esse é o primeiro passo para trabalhar o inbound marketing. As pautas têm que estar em conjunto com o momento / tempo do seu negócio e da sua empresa.

Saiba qual o seu público alvo – como construir conteúdo direcionado e de qualidade sem saber quem é o seu público? Um passo fundamental para acertar o seu público é saber quem ele é.

Desenvolver os conteúdos – a partir desses temas já planejados e ter um blog para publicá-los.

Blogs – são o meio mais direto para atrair novos visitantes para o seu site. Os blogs devem estar linkados com o seu site para alimentá-lo automaticamente.

Redes sociais – esse mesmo conteúdo deve ser pulverizado em seus canais de comunicação, como redes sociais, observando cada tipo de chamada, a que tenha mais a ver com o tipo de rede.

SEO/Palavras-chave – significa otimização de pesquisas de buscas e visa potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) nos sites de busca. Para ter melhores resultados com o SEO é preciso escolher muito bem as palavras-chave que serão utilizadas em seus artigos.

Site – é o seu cartão de visitas, sua empresa virtual, que deve espelhar todos os seus produtos e serviços de forma clara, consistente e com conteúdo de qualidade. Normalmente é através do site que o consumidor decide se vai prosseguir com o contato com o seu negócio ou não.

Vantagens do inbound marketing

Pesquisas recentes apontam que o inbound gasta 62% menos em cada lead gerado do que o marketing tradicional. Outros números também já provaram que as taxas de conversão do inbound são gradualmente melhores. Essas taxas maiores de conversão, mesmo gastando menos, acontecem porque o público interessado no seu negócio já chegou até você e logo está mais propenso a comprar.

Conheça os estágios do inbound marketing

Como mostramos acima existem várias formas de fazer inbound marketing e cada uma delas se encaixa nos estágios abaixo delineados:

  1. Atrair clientes em potencial, que acarreta tráfego para o seu site;
  2. Converter esses visitantes em leads;
  3. Converter os leads em vendas;
  4. Fidelizar clientes, através de monitoramento de redes sociais, novos conteúdos, newsletter, entre outros;
  5. Encantar clientes e transformá-los em fomentadores da sua marca.

Tentamos apresentar o conceito de forma clara e sem palavras que somente quem é do meio conhece, de modo que esperamos que tenha relevância e sirva para alavancar os seus negócios.

Agora que você já tem uma noção sobre o tema, abra a sua mente e comece a praticar o marketing digital de conteúdo. Existem várias empresas especializadas no assunto que podem te auxiliar.

Não deixe de dar uma espiadinha nos outros artigos do blog, tem muita coisa legal, feita pensando em você.

O fenômeno entre os jovens chamado SNAPCHAT

6 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Entenda por que o modelo de “rede social” que mais ganha seguidores atualmente não se considera uma rede social.

São muitos os motivos que levam o Snapchat a ganhar cada vez mais adeptos, alguns deles como: a privacidade, o fato de ser momentâneo (efêmero), por apagar o conteúdo postado em 24 horas e por não ser considerado como rede social, graças ao usuário não ter que interagir com ninguém, são os principais fatores que fazem do aplicativo um fenômeno entre os jovens da atualidade.

O Snap, como é conhecido, vem se tornando o queridinho também entre blogueiros e profissionais de comunicação, como os praticantes do inbound marketing, que usam a ferramenta para divulgar sua rotina de trabalho e ganham muitos seguidores com essas ações.

Confira o artigo na integra publicado pela BBC Brasil:

Três razões que explicam o sucesso do Snapchat entre o público jovem

O aplicativo Snapchat, criado em 2011 pelo americano Evan Spiegel quando tinha apenas 11 anos, ficou conhecido inicialmente pela preocupação que causou em pais de crianças e adolescentes.

Sua popularidade entre estudantes ocorreu principalmente pelo uso da ferramenta para trocas de imagens sexuais.

Mas Spiegel, em uma entrevista à BBC em 2013, disse que a controvérsia não impediria o Snapchat de ser um sucesso. E ele não estava errado.

O aplicativo tem mais de 700 milhões de usuários em torno do mundo, mas chama a atenção por seu poder de fogo nos EUA: cerca de 100 milhões de pessoas usam o aplicativo diariamente no país. E 86% delas têm menos de 35 anos.

Por isso, o Snapchat ficou conhecido com o “aplicativo dos millenials“. E se transformou em uma plataforma estratégica para empresas e até políticos – na corrida presidencial, por exemplo, ambos os pré-candidatos do Partido Democrata, Bernie Sanders e Hillary Clinton, fazem uso do Snapchat em suas campanhas.

Sem título
Snapchat é muto usado na campanha da Hillary Clinton

Mas por que o Snapchat faz tanto sucesso entre os jovens? Além de ser gratuito, claro.

  1. Privacidade

“Nós complicamos a tarefa dos pais de envergonharem seus filhos”, disse Spiegel durante uma conferência no ano passado.

Para alguém se registrar no Snapchat, somente é preciso um número de telefone e um apelido. E a única maneira de se encontrar um usuário é conhecendo este apelido.

Segundo a especialista em redes sociais da Universidade Princeton, Ryan Maguire, uma era digital carregada de informações que vão se acumulando ao longo do tempo, como acontece no Facebook, fez com que jovens se preocupassem mais em se comunicar com amigos mais próximos do que contar suas histórias para o mundo.

“Os usuários querem compartilhar experiências com pessoas que escolhem e sem a necessidade de que esse conteúdo seja armazenado”, disse uma usuária de Snapchat ao portal de notícias Business Insider.

2. Efêmero

Ao contrário do Facebook, que é capaz de armazenar fotografias e vídeos desde a data em que o usuário abriu seu perfil, o Snapchat apaga seu conteúdo a cada 24 horas. Analistas de mídias sociais afirmam que o fato de nenhum conteúdo prevalecer oferece mais liberdade e faz com que histórias e comentários sejam mais naturais e divertidos.

Se um usuário envia um snap a outra pessoa, a mensagem só poderá ser vista duas vezes. E se o receptor esquecer-se de clicar, a mensagem será destruída em 30 dias. Para empresas e veículos de mídia, essas condições apresentam uma oportunidade de interação, mas ela é desafiadora, já que o conteúdo precisa captar rapidamente a atenção dos usuários.

  1. Não é uma rede social

Os usuários do Snapchat não têm por que interagir com outras pessoas ou sequer criar conteúdo próprio. E a empresa por trás do aplicativo diversificou seu uso a partir de janeiro do ano passado ao lançar a seção discover – um carrossel de histórias oferecidas por uma série de veículos de mídia.

“Não somos uma rede social. Temos uma colaboração com alguns meios de comunicação para criar um formato que priorize contar histórias”, disse o Snapchat, em um comunicado oficial.

Assim é possível entrar nos perfis de meios como BBC, CNN, Wall Street Journal e outros, que devem sempre atualizar seu conteúdo a cada 24 horas.

Mas a companhia também estimula a produção de conteúdo gerado por usuários, incluindo em eventos de grande porte, como o Oscar.

Diariamente, os usuários do Snapchat assistem a 8 bilhões de vídeos, segundo dados da empresa. O instituto de pesquisas Nielsen estima que 41% dos adultos americanos com menos de 35 anos usam o aplicativo.

Confira o artigo original da BBC Brasil

 

Marketing voltado para as relações humanas

4 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Existe uma frase estampada em todas as nossas comunicações que é o norte de todo o negócio da Opend: “Para nós, empresas são indivíduos, nosso trato é humano e nosso atendimento é um relacionamento”. Mais do que uma simples mensagem, é nisso que acreditamos, como um livro de cabeceira, para acordar e dormir refletindo.

Sempre confiamos na gentileza entre relações, construímos toda a nossa história em torno disso e quando encontramos parceiros que pensam e agem da mesma forma, logo tratamos de unir forças. Conhecemos há pouco tempo o projeto Marketing de Gentileza e como a Opend já aplica o conceito foi uma descoberta e tanto.

Em um mundo entre farpas na linguagem web e do fascismo autoritário, onde cada indivíduo acredita ser o dono da verdade, reflexo da cultura da nossa época, uma das coisas que mais nos chamou a atenção no Marketing de Gentileza foi o novo olhar sobre a gentileza no ambiente virtual.

Como surgiu o Marketing de Gentileza?

O projeto mostra que a gentileza pode ser estratégica e natural ao mesmo tempo, com o objetivo de conquistar as pessoas por meio da comunicação nos relacionamentos online, com a ideia central de que o marketing não é apenas sobre marcas, produtos, serviços ou eventos. É sobre relações humanas.

 Laíze Damasceno.A idealizadora do projeto, Laíze Damasceno, autora do livro Marketing de Gentileza e diretora da Angorá Comunicação, conta que sempre teve uma veia empreendedora para negócios e sempre sonhou em ter algo bem autoral, que em primeiro lugar pudesse emocioná-la e fizesse muito sentido e que fosse alinhado ao seu propósito de vida e inspirasse, naturalmente, as pessoas de alguma forma.

Tudo começou a acontecer com um workshop a convite do Sr. Gentileza, que, inclusive, escreveu o prefácio do livro.

Capa livro MKT DE GENTILEZA  - LAÍZE DAMASCENO

Perguntamos para Laíze se é possível usar o marketing de gentileza em design digital (imagem e ilustração) e com clareza ela falou a respeito: “Com certeza! A aplicação do Marketing de Gentileza se dá exatamente no que eu chamo de Gentileza Virtual (atenção genuína às pessoas na internet), que pode e deve ser praticada em qualquer plataforma de comunicação e relacionamento, independentemente do formato (texto, imagem, áudio, vídeo etc.)”.

Ela ainda exemplifica sobre como se sente quando acessa um site todo truncado, desatualizado, com um design que não facilita a navegação e com uma usabilidade ruim, com formulários que não funcionam, textos mal escritos, cores mal combinadas etc. “Percebo duas coisas: não passa profissionalismo e, por isso, não gera credibilidade, e a segunda é que a empresa não está nem aí para mim, ou seja, ela não me dá atenção”.

E, para finalizar, a idealizadora do projeto nos conta como o marketing de gentileza pode agregar e ser aplicado em empresas do meio de comunicação:

No relacionamento com as pessoas. Principalmente no relacionamento com os clientes. Quanto mais atenção genuína você dá às pessoas, mais elas confiam em você, te procuram, defendem sua marca, mais embaixadores chegarão, mais a sua empresa se torna querida e, provavelmente, mais sucesso e vendas seu negócio alcançará”.

Para saber mais: Marketing de Gentileza

 

7 dicas de como usar ao máximo a sua criatividade

29 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Você usa 100% da sua criatividade? E quando a ideia precisa correr contra o tempo? Na maioria das vezes pressão e criatividade andam em caminhos opostos.

Apresentamos algumas dicas de como turbinar a sua criatividade. Colocar as ideias no papel, ter rotinas bem definidas, hobbies, amores, consciência crítica aflorada, aprofundar-se nos estudos, entre outros, são caminhos bastante usados para desenvolver a criatividade.

Entre todas elas, uma das grandes formas de usar a criatividade ao nosso favor, é buscando referências através de pessoas e trabalhos que admiramos e que, consequentemente, podem nos inspirar.


Leia mais… “7 dicas de como usar ao máximo a sua criatividade”

Helvética: a fonte que revolucionou a tipografia moderna  

27 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Uma boa dica para quem usa a criatividade no seu dia a dia e tem ela no seu DNA é o documentário “Helvetica” sobre a história do design e, principalmente, sobre a tipografia, sendo filme dedicado a estudantes e profissionais do meio.

Trata-se de um documentário sobre uma das fontes tipográficas mais adoradas, e é claro que a relação é inversamente proporcional (pois também é odiada por muitos), o “Helvetica” foi produzido e dirigido por Gary Hustwit, em comemoração ao 50º aniversário da fonte em 2007.

Filmado em vários países da Europa e nos Estados Unidos, o longa é uma produção independente sobre tipografia, publicidade, arte e até mesmo sobre o surgimento das redes sociais.


Leia mais… “Helvética: a fonte que revolucionou a tipografia moderna  “

Uma prova de que design ajuda a vender

23 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Usado como um recurso imprescindível às marcas de sucesso, o design é uma grande ferramenta para aumentar as vendas e ajudar na decisão de compra. O primeiro contato do consumidor com a marca, antes mesmo dele sentir qualquer sabor, textura etc. é a fixação com o que está vendo. E uma marca bem feita, atrativa, dentro das características adequadas de cada produto pode, sim, motivar uma compra.

Mas o que motiva uma pessoa a levar um produto específico numa gôndola, quando os preços são similares, o nome da marca já é conhecido e as características do produto também? Por que comprar um hidratante novo e não o de costume? Ou um livro entre tantos outros lançamentos na mesma prateleira? Se isso acontece com você, provavelmente você foi atraído e influenciado pelo design.

Para exemplificar o que estamos falando vamos relatar um caso de sucesso de um de nossos clientes, a Papelito, uma empresa brasileira que produz seda para tabaco de excelente qualidade. Em 2014 a empresa entrou em contato com a Opend para a criação da nova identidade dos produtos, com o intuito de que a marca transparecesse para o consumidor a qualidade que o produto já tinha, mas que não era identificado na embalagem.

“A reformulação, atualização e rejuvenescimento da marca, junto às novas embalagens, gerou mais interesse e aceitação dos produtos. Tanto que as pessoas logo identificaram as mudanças e sentimos que a marca passou a ter mais credibilidade, o que era o nosso maior desejo”, comenta Cristian, idealizador do negócio.

No mesmo mês de lançamento da nova marca a Papelito já apresentou um crescimento expressivo no aumento das vendas das sedas. Hoje a empresa, que se encontra em 19 estados no Brasil, comercializa seus produtos através de distribuidores, atacadistas e tabacarias.

DSC_8422DSC_8431

Esse é, sem dúvidas, um exemplo de que o design ajuda a vender; um produto que não demonstrava a sua qualidade através da sua identidade visual e que ganhou o devido reconhecimento ao reestruturar a sua marca.

Através de uma consulta com profissionais preparados você pode fazer um levantamento se a sua marca expressa o devido valor que ela merece ter.

 

Da série “Caminhos Profissionais”: relação entre designer e cinema

21 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Podemos dizer que mentes criativas normalmente amam a sétima arte, até porque o cinema revela uma grande diversidade de sentidos que, entre histórias reais e fictícias, pode se ver e perceber os mais diversos deles: dor e alegria, amor e ódio… sensações que mesmo não tão nobres têm o dom de nos inspirar.

E quem nunca se inspirou, mesmo não sendo tão amante do cinema?

Para aqueles que vivem no mundo do design e se perguntam qual a verdadeira relação entre o cinema e o design, podemos afirmar que existem várias possibilidades. Em cada uma das etapas de criação, produção, montagem, roteiro, filmagem, gravação, composição de personagem, cenário, figurino e, principalmente, na criação dos materiais de divulgação entra o papel do designer.

Vamos começar pela parte da animação, um recurso utilizado desde o cinema mudo e que vem ganhando cada vez mais espaço no cinema atual. Nesse tipo de formato é extremamente necessária a participação de um designer gráfico. Tanto que a maioria dos cursos de formação profissional de designer, principalmente o designer gráfico, ensina sobre animação e suas inúmeras técnicas utilizadas no processo de criação.

Se para animação é necessária a participação de um profissional de design, não é preciso nem dizer que nos efeitos especiais de um filme pede-se a participação de um designer, não é mesmo? Além dessa parte óbvia, existe a participação também na criação de cenário, de figurino e até mesmo na criação de personagem – da expressão corporal, acessórios, tipo de roupa, material usado e até os demais detalhes característicos de cada personagem.

Uma contribuição de designer já habitual no cinema é no desenvolvimento e criação do website do filme, para ajudar na promoção do mesmo, seguido de toda a parte da comunicação visual, do cartaz do filme, peças promocionais como camisetas, copos, baldes de pipoca etc., e demais materiais gráficos como cartazes, panfletos, entre outras ações de merchandising.

O designer pode começar a participar do filme antes mesmo do início das filmagens, no processo de criação da marca, do próprio nome do filme, da logomarca, entre outros.

São essas e muitas outras as formas de um profissional da criação participar da indústria cinematográfica.

Continue ligado nos próximos conteúdos sobre os caminhos profissionais do especialista em criação.

Design de embalagem: do food service ao varejo alimentício

16 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Você sabe o que é food service? É a relação de negócios entre empresas do setor alimentício – B2B (business to business), definido como a venda de alimentos e bebidas para consumo imediato, preparados por operadores (bares, restaurantes, padarias, lanchonetes, entre outros). Toda a alimentação realizada fora do lar ou até mesmo a refeição comprada pronta para consumo, independente de onde será consumida, é caracterizada como food service.

O mercado de food service envolve toda uma cadeia de produção, distribuição de alimentos, insumos, equipamentos e serviços orientados a atender estes operadores, que, por sua vez, preparam e fornecem alimentos e bebidas prontos para o consumo.

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação – ABIA – as vendas da indústria para o setor avançaram 12,4% no primeiro semestre de 2015 em comparação ao mesmo período de 2014 – ano em que o segmento registrou alta de 13,6% e faturou R$ 132,5 bilhões, últimos dados do segmento informados pela organização.


Leia mais… “Design de embalagem: do food service ao varejo alimentício”

Microsoft faz maior aquisição de sua história e compra a rede profissional Linkedin

13 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Acordamos hoje com a notícia que está movimentando o mundo dos negócios digitais. A Microsoft acaba de comprar a Rede social profissional Linkedin pelo valor de U$$ 26 bilhões, maior aquisição feita pela Microsoft até hoje, superando até mesmo a compra do Skype, que na época foi realizada por U$$ 8,5 bilhões, em 2011.


Leia mais… “Microsoft faz maior aquisição de sua história e compra a rede profissional Linkedin”

Opend assina a campanha do Dia dos Namorados da Chocolates Brasil Cacau

8 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

O Dia dos Namorados, além de uma deliciosa data para comemorar juntinho de quem você ama, é também uma das mais importantes datas publicitárias para o varejo mundial. Uma verdadeira explosão de campanhas, movimenta os mais diversos canais de comunicação, apostas em TV, mídia on-line, rádio, embalagens exclusivas e PDVs – ponto de vendas – transformados para data, tudo para atrair consumidores ávidos por um momento especial, como o que pede a ocasião.

A Opend, agência de branding (estratégia e design), foi a escolhida pela Chocolates Brasil Cacau para assinar a campanha exclusiva para o Dia dos Namorados, Chocolove.

Cliente desde 2014 da agência, Taíra Furtado, marketing da Chocolates Brasil Cacau conta o porquê da escolha da Opend para a campanha: “Queríamos trabalhar com uma agência que trouxesse novas ideias, traços, grafismo e experiência. A expectativa foi totalmente atendida. Existe uma proximidade com a equipe, que nos dá liberdade de nos expressarmos. Temos confiança de um trabalho bem-feito”.

Chocolove é uma brincadeira para os amantes de chocolates, que também são “amantes”, “namorados”, “casais que se amam”, bastante saborosa e com uma pitada de erotismo. O interessante do produto é que a embalagem vem com um joguinho, tipo tabuleiro, para fazer a dois.

CBC_Chocolove_Tabuleiro_MKP

Desenvolvido exclusivamente para o Dia dos Namorados, o Chocolove, além de interativo e romântico, contém sabores que somente a Chocolates Brasil Cacau tem. Na mesma embalagem, bombons de chocolate ao leite com recheio de geleia de pimenta vermelha e de chocolate amargo com recheio de mel. Uma delícia imperdível até mesmo para quem vai passar o Dia dos Namorados somente entre amigos.

CBC_Chocolove_Cartucho_MKP

Sobre a Opend

A Opend é uma agência que faz branding (estratégia e design) sob medida. Uma agência pequena que cria e entrega como os grandes. Um dos pilares da gestão de negócios da Opend é o relacionamento duradouro e de atendimento humanizado.

Não deixe de dar uma espiadinha nos outros conteúdos do blog, tem muita informação bacana que pode te inspirar.

 

 

 

 

10 destinos próximos a São Paulo para curtir com muito astral o dia dos namorados

6 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Iniciamos uma nova fase na era de conteúdo da Opend, com o proposito de ficar ainda mais presente com quem já demostrou curtir e gostar de interagir com esse nosso canal de comunicação.

Além dos conteúdos exclusivos semanais sobre os mais diversos assuntos relacionados ao nosso negócio e ao jeito de ser Opend, iremos compartilhar alguns temas que terão sinergia com nossos conteúdos semanais.

E para quem é de São Paulo e ainda tem dúvida sobre o que fazer nesse próximo dia 12 de junho, veja na integra a matéria publicada na Exame com 10 destinos próximos a São Paulo para curtir com muito astral o dia dos namorados.

Exame: Neste ano, o Dia dos Namorados sorte dos casais que estão pensando em comemorar a data viajando. Se você mora em São Paulo e ainda não planejou sua viagem, a lista abaixo pode te ajudar.

A pedido de EXAME.com, o site Kayak fez um levantamento dos preços de hospedagem em cidades próximas a São Paulo que costumam chamar a atenção dos turistas. A pesquisa foi feita com base em hotéis de duas ou três estrelas. Há alternativas para diferentes bolsos.

Dá para gastar a partir de 96 reais com hospedagem em Olímpia, em São Paulo, e aproveitar as águas termais da cidade. Outra opção em conta é Paraty, no Rio de Janeiro, onde uma noite em um hotel pode sair por 98 reais, e um passeio pelo centro histórico e outro de barco fazem valer a viagem.

Se você busca alternativas mais refinadas, o custo pode ser bem maior. Para fazer o roteiro do vinho e ir até a estação de esqui em São Roque, perto de Sorocaba, a diária da hospedagem custa, no mínimo, 1.150 reais. Curtir o clima de serra e a vida noturna de Campos do Jordão também pode sair caro, já que o preço mínimo de uma noite em hotel é 1.650 reais.

Todas as opções ficam a algumas horas de São Paulo e dá para fazer a viagem decarro ou de ônibus. Alugar um carro pode custar a partir de 60 reais, segundo o site Kayak.

Veja dez opções de destino próximas a São Paulo e os preços mínimos de diárias em hotéis de 2 ou 3 estrelas para o final de semana do Dia dos Namorados. Confira também as principais atrações em cada destino e o tempo de viagem, segundo o Google Maps.

Olímpia

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
96 Pousada Palace Nook Águas termais do parque aquático Clube Thermas dos Laranjais + Museu do Folclore 5 horas (443 km)

Paraty

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
98 Namastê Hostel e Pousada Paraty Centro histórico + Passeio de barco e praias + Ecoturismo 4 horas (268 km)

Guarujá

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
144 Hotel H Guarujá Praias e trilhas + Mirante do Morro da Campina e da Ponta das Galhetas + Aquário Acqua Mundo 1 hora e meia (98 km)

Atibaia

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
150 Grande Hotel Atibaia Mirante da Pedra Grande + Teleférico + Turismo rural + Parques e represas naturais 1 hora (66 km)

Serra Negra

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
180 Chalés Ecológicos Macaquinhos Turismo rural, incluindo o Museu do Vinho e da Cachaça e o Museu do Café + Teleférico + Lago dos Macaquinhos 2 horas e meia (151 km)

Ilhabela

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
198 Pousada Ilhabela Praias e trilhas + Prática de esportes como vela e windsurfe + Mergulho + Passeio de barco 4 horas (208 km)

Juquehy

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
218 Pousada do Pinheiro Praia + Ilhas Montão do Trigo e Cambaquara 2 horas e meia (146 km)

Monte Verde

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
570 Villagio D’Amore Ecoturismo + Passeios de jipe, quadriciclo, tirolesa e monomotor + Orquidário + Galerias de arte 2 horas e meia (164 km)

São Roque

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
1.150 Spaventura Ecolodge Vinícolas + Pista de esqui do Ski Mountain Park + Pequeno zoológico da Fazenda Angolana 1 hora (72 km)

Campos do Jordão

Preço mínimo da diária (R$) Hotel mais barato O que fazer na cidade Tempo de viagem de São Paulo
1.650 Hotel Cantinho de Portugal Bares e festas + Centrinho turístico + Pico do Itapeva e Morro do Elefante + Parque Estadual Horto Florestal + Mosteiro das Monjas Beneditinas 2 horas (172 km)

E ainda:

12 presentes nada óbvios para o dia dos namorados

Assista o delicado vídeo da Vivara sobre o dia dos namorados

Não deixe de dar uma espiadinha nos outros conteúdos do blog, tem muita informação bacana que pode te inspirar.