“Quem vê embalagem, vê coração”

14 de setembro de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Ao contrário do ditado popular “quem vê cara não vê coração”, presumindo que a aparência física não diz nada, ou quase nada, a respeito do caráter e da bondade de uma pessoa, já a embalagem de um produto diz muito, ou quase tudo, sobre ele.

Quando a embalagem assume a sua forma ela vai além do produto, em um espaço muito pequeno é preciso caber coisas importantes demais. Não da para errar!

E como fazer com que caiba tudo dentro de uma caixinha? A arte de criar embalagem, tem muito a ver com técnica, mas tem mais ainda a ver com o entendimento sobre o negócio. E para isso não existe faculdade que ensine, olhar no olho do cliente, entender sobre os seus sonhos, anseios, desejos e necessidades vai muito além de técnica.

O consumidor quer e precisa entender rapidamente se o produto no qual ele está investindo o seu dinheiro, vale a pena. E é a embalagem quem vai dar a primeira impressão, ela é a porta de entrada para que o seu produto não seja “mais um na multidão”.

Ocorre que, neste processo, muitas empresas e marcas acabam, mesmo que involuntariamente, entrando na onda do “mais do mesmo”. Partem de princípios e técnicas já existentes entre aquele tipo de bem de consumo, mudando apenas uma coisa aqui, outra ali, mas não pensando (e repensando) o eixo central deste processo: a identidade visual, a peculiaridade daquele produto, aquilo que ele tem que os outros não têm, destacando o seu diferencial.

Qual o resultado para esse tipo de embalagem entregue pelo mercado?

Gôndolas e mais gôndolas de supermercados com produtos, mesmo de marcas diferentes, com a mesma cara, reproduzindo conceitos parecidos e, na grande maioria das vezes, pouco criativos. Isso serve para limita à vontade / necessidade de mudança do consumidor.

É exatamente por isso que na criação de embalagens é fundamental conhecer o mercado em potencial para o seu produto.

“Trata-se de desvendar o ser humano no seu papel de consumidor para aquele determinado bem, entender como ele se comporta, o que pensa e quais critérios utiliza para escolher “você” ou o “seu concorrente”. Este é o ponto chave para o desenvolvimento de embalagens”, destaca Fabiana Batista, diretora de arte da Opend.

Linha de embalagens desenvolvidas pela Opend, para o mercado de Home Care

Partindo desse pressuposto, e tendo esse cenário de fundo para pensar, planejar e desenvolver um conceito de embalagem, é que a etapa da criação terá muito mais segurança para agir e confiança no sucesso de vendas.

Não tenha dúvidas: todo esse processo só é possível e só encontrará êxito se houver muito estudo, trabalho sério e comprometimento da equipe para qual você confiar a criação da embalagem que você precisa.

Alguns passos fundamentais, que devem brifar um projeto de design de embalagem:

  • Qual é a mensagem central que a embalagem deve transmitir?
  • Qual o perfil de consumir se quer atingir?
  • Para quais canais de comunicação será destinada a embalagem?
  • Qual a linha de comunicação será empregada?
  • Qual é o apelo utilizado?

Estes são apenas alguns dos vários critérios que precisam ser levados em consideração quando se tem em mãos um processo delicado e que envolve o trabalho e o tempo de uma equipe inteira que você investiu para manter o seu produto no mercado.

Não dá para nadar e morrer na praia. Não dá para investir anos de trabalho suado e tudo a perder com uma embalagem mal arquitetada e principalmente, que não leva em consideração o comportamento do potencial consumidor.

Com as inúmeras possibilidades de campos de pesquisa, com uma criação engajada e com gente trabalhando muito para mostrar ao seu consumidor a qualidade do seu produto, a venda virá no detalhe, naquilo que ninguém enxergou, no ponto convergente entre o que o consumidor precisa e o que você pode oferecer.

A Opend é especialista em criação de embalagens, não somente pelo fato de trabalhar com isso há mais de 8 anos, desenvolvemos um jeito mais “humano” e mais pessoal de tratar do projeto do cliente. Não tem como descrever, olhamos no olho, atendemos clientes que cabem nas horas do nosso dia a dia e mantemos uma equipe especializada para atender cada cliente.

Se é disso que você precisa, conte com a gente. Marque um bate papo com um de nossos estrategistas, com gente que entende que você não pode perder tempo e precisa de uma equipe que valorize, de verdade, o seu produto.

Garantimos a você muito estudo e trabalho sério para oferecer o que há de melhor em design de embalagens.

Leia ainda esse nosso outro artigo sobre design de embalagem, tem ainda mais informações e esclarecimentos

 

 

 

Pão de queijo: o menino dos olhos do Rei

14 de agosto de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Embalagens criativas, produto de qualidade e marca forte = explosão de vendas

Quem disse que São Paulo não é a capital do pão de queijo? Bem, pelo menos não é o que diz as vendas mensais do rei das franquias do Brasil, o Rei do Mate.

O copão de pão de queijo, produto lançado há alguns anos é atualmente um dos itens mais vendidos na rede, mensalmente são mais de 8 milhões de pães de queijo dentro dos copões! É pãozinho de queijo que não acaba mais!

Esse case de sucesso do Rei do Mate inclui-se na serie de artigo que iremos publicar contado a história da Opend com o nosso cliente mais antigo, que temos o maior orgulho em fazer parte.

E qual o segredo de tanta aceitação para um produto, de certa forma comum? Certamente não é somente pela qualidade dele, que por sinal é uma delicia, mas tem todo um contexto de marketing envolvido. Porém, o pondo mais interessante dessa história vai muito além de esforços de marketing, tem muito a ver com: persistência.

Antônio Carlos, diretor de marketing do Rei do Mate contou que para o copão emplacar foi preciso de muita persistência. “Chegar a uma criação ideal para o produto não foi o nosso maior gargalo, difícil mesmo foi fazer com que o produto caísse no gosto do cliente. Foi preciso de muita persistência para não desistir”.

Uma aposta contemporânea e visionaria

Toda marca busca uma referência para o seu negócio, e o Rei do Mate, que já se diferenciava pela maneira nova de servir mate, criou um novo ícone para inovar também no modo de servir pão de queijo. A rede foi a primeira no Brasil e no mundo a vender mini pães de queijo em copos, primeiramente com 12 unidades e em seguida com 18.

“Para que esta dinâmica seja sempre crescente e tenha sucesso, é muito importante que a identidade visual dos copos seja sempre atualizada, para criar este dinamismo na família de Pão de Queijo. E esta foi a nossa grande contribuição”, destaca Ivan, diretor de atendimento da Opend.

A ideia do copão foi uma combinação perfeita entre sabor, identificação com a marca e atualidade. Artistas licenciados pela marca e ícones do momento compõem o formato dos copos, que podem ser levados para casa por um preço que o consumidor não percebe o valor do copo, em média de 15 reais para o copão com 18 unidades, podendo variar de preço em cada unidade.

Veja nesse vídeo como a rede utiliza personagens licenciados em suas campanhas.

Esses copos com personagens licenciados são criados periodicamente, incluindo personagens de peso como o Garfield, Tom e Jerry, Romero Britto, Gustavo Rosa, entre outros.

Alguns copos foram criados para colecionar, como os temáticos que a rede lançou com imagens do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, e ainda as experiências com os copos em 3D. O que acaba instigando o consumidor a consumir mais pães de queijos para aumentar a sua coleção de copos.

Copão com arte tradicional e essa é mantida como base.

Se quiser saber mais como foi esse processo criativo, fale conosco.

E para conhecer um pouco mais dessa história entre a agência e o Rei do Mate leia o nosso ultimo artigo.

Boa leitura e até a próxima semana!

4 dicas essenciais na hora de pensar no design de embalagens

30 de maio de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Na hora de escolher um produto o indivíduo pode levar em consideração diversos fatores como preço, marca, quantidade, oferta e o design da embalagem. O foco de todos os fatores é o mesmo: chamar a atenção do indivíduo na hora da escolha e influenciar na decisão final pelo produto. E para se ter um bom resultado é importante considerar que é a embalagem que será responsável pela introdução do produto ao público, por isso nunca será perda de tempo investir nessa estratégia.

Atualmente, as opções são inúmeras e a diferença entre os produtos cada vez menos visível. O papel do design de embalagens é ter personalidade suficiente para cativar o cliente no ponto de venda entre tantos outras opções. Quantas vezes você já comprou um produto porque a embalagem era bonita ou criativa? Pois é.

Pensando nisso, aqui vão quatro dicas essenciais na hora de criar a embalagem do seu produto.

  1. Criatividade x Funcionalidade

Esse item pode soar conflitante, mas não necessariamente deva ser. É importante, no entanto, levar em consideração que a embalagem deve cumprir seu propósito. Se é uma caixa de suco, independente do seu design, ela precisa oferecer a melhor experiência para o usuário na hora do uso. Ser diferente é extremamente necessário, mas a inovação precisa ser aliada da funcionalidade.

  1. Explore Materiais

Os materiais utilizados devem ser escolhidos de acordo com o público-alvo, mas também carregam em si o posicionamento da marca. É sempre uma boa ideia prezar por materiais sustentáveis ou propor um meio de reciclagem/reutilização da embalagem para beneficiar o meio ambiente.

  1. Seja coerente: Embalagem, Rótulo e Produto

Uma das definições da palavra sincronia no dicionário é: qualidade do que ocorre ao mesmo tempo, podendo ter ou não uma relação entre si. No caso do design de embalagens, a embalagem, o rótulo e o produto precisam ter essa relação e conversar entre si de forma (visual e funcional) harmoniosa. A nossa Diretora de Arte, Fabiana Batista comenta que “…essa é a influência do Designer. Saber usar clains (destaque de palavras ou chamadas importantes) como ex: pague 300ml e leve 500ml. Além da diagramação, clareza de informação e bom gosto. Isso faz toda a diferença em uma embalagem!”.

  1. Menos is The New Black

A estética simples e minimalista agrega mais valor à embalagem conseguindo chamar a atenção do cliente de forma muito mais satisfatória do que uma estética carregada e poluída visualmente. Use as cores como cúmplices para remeter à sensações ou ter função de destaque visual para atrair o cliente. Elas são poderosas e a escolha delas está diretamente ligada ao objetivo maior do produto, assim como as palavras de destaque e chamadas importantes.

Como ter o melhor resultado?

Um bom resultado no design de embalagens é uma junção entre um bom planejamento e execução. Portanto, a escolha de uma equipe qualificada é papel fundamental para que a função de conversar diretamente com o cliente seja alcançada com sucesso pela embalagem. Afinal, também é através da embalagem que a marca chegará perto do cliente e desenvolverá um relacionamento.

Certamente você já deparou com algum design de embalagem que criamos, como algumas linhas da marca Bom Bril (Sapólio, Mon Bijou, Pinho Bril, Limpol, etc), Kopnhagem, Bunge Profissional, Brasil Cacau, materiais institucionais e de ponto de venda do Rei do Mate, entre tantos outros.

Se você estiver desenvolvendo ou quer dar uma cara nova a um produto, troca uma ideia com a gente. Nós da Opend – estratégia e design sob medida pra você – estamos há mais de 8 anos atuando com a criação e desenvolvimento de embalagens que ornam perfeitamente com sua e marca. Clica aí (http://opend.com.br/) e dá um oi pra gente.

Até a próxima e não deixe de dar uma espiadinha no blog, tem muitos outros conteúdos criados pensando em você.

Novas tendências para o mercado de embalagens movimentam o food service

16 de março de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Será que a moda pega?

Para quem não conhece, o food service é um segmento do mercado alimentício caracterizado pelas negociações b2b entre empresas, no qual o produto sai da indústria diretamente para os estabelecimentos como bares, restaurantes, padarias, lanchonetes, entre outros, que irão transformá-los e deixá-los pronto para consumo no local ou até mesmo para levar para casa. Para esse segmento não é muito comum embalagens estilizadas, no entanto, algumas empresas estão apostando em embalagens mais elaboradas.

Segundo o IFB – Instituto Food Service Brasil, o mercado de alimentação fora do lar movimenta mais de R$ 60 bilhões de faturamento ao ano e atualmente empregam mais de 220 mil colaboradores.  Em termos de pontos de venda são mais de 9600 estabelecimentos, e que atendem hoje, cerca de 80 milhões de consumidores por mês.

Como os produtos vão diretamente para cozinhas e ou estoques dos estabelecimentos, não há contato direto da embalagem com o consumidor final, portanto, nunca foi importante ter um visual que estimulasse o consumo. No entanto, existem algumas indústrias que passaram a investir em embalagens estilizadas, como por exemplo, em datas comemorativas. Como é o caso de uma das gigantes do segmento, a Bunge Alimentos, fornecedora de pré-misturas, farinhas, margarinas, óleos, gorduras, entre outros, para uso profissional.

A Predileta é de uma das linhas de margarina da Bunge para uso profissional, e esta é uma embalagem característica para o food service (sem muita ilustração e com chamadas bem diretas).

 

No ano passado a Bunge lançou uma embalagem da margarina Primor para o food service, já com cara de produto para o varejo (consumidor final). Inclusive em 2017 a companhia irá lançar a mesma embalagem em edição comemorativa da festa de São João, com distribuição somente na região nordeste do Brasil.

Isso representa um marco para o segmento de food service, tanto que se fizermos uma linha do tempo desse tipo de embalagem, será possível ver que as ilustrações nunca evoluíram com o passar dos anos. Isso porque o mercado nunca sinalizou uma necessidade de evolução na embalagem, até mesmo por questão de verba, já que as margens de lucro do food são menores do que as do varejo e principalmente pelo fato dessas embalagens não ficarem expostas para o grande público.


Leia mais… “Novas tendências para o mercado de embalagens movimentam o food service”

Opend assina linha de embalagem da Kopenhagen

19 de dezembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Novas embalagens trazem padrões minimalistas de papeis de presente com temática de natal

Chegou à época mais iluminada do ano e com ela as delícias e especialidades que só conseguimos saborear nessa data! O período de maior efervescência comercial do país oferece muitas oportunidades de serviços, mesmo em ano de crise.

Na opend, agência de branding [estratégia e design], o natal começou há alguns meses quando fomos convidados pela Kopenhagen para desenvolver a sua nova linha de embalagens de panetones e kits de natal.

Segundo Patricia Sayuri Nagao, marketing da Kopenhagen e Chocolates Brasil Cacau, a opend foi escolhida para realizar este serviço porque o grupo valoriza seus parceiros e prioriza seus fornecedores em oportunidades de campanhas importantes como o Natal.  “A Opend já realizou outros trabalhos para a Kopenhagen com entrega criativa e comprometimento, por isso, sempre que possível, convidamos a agência para novos serviços”, destaca.

Todo o ano a Kopenhagem, uma marca genuinamente brasileira, que existe desde 1928, lança novas embalagens de panetones para celebrar o natal. E dessa vez os apaixonados pela linha terão ainda mais motivos para celebrar, além de novos e irresistíveis sabores as embalagens foram completamente reestilizada.

“A Kopenhagen procura cada vez mais trazer inovação não só em produtos como também nas embalagens, já que o visual tem grande importância na escolha do consumidor, ao comprar um presente. Uma marca com produtos para presentes precisa estar atenta às tendências do mercado e estar se renovando sempre”, explica Patricia.

Ele ainda comenta que dentro do portfólio Sazonal, o Natal é a segunda maior campanha para a Kopenhagen.

Sobre o caminho criativo

Segundo a Fabiana Batista, diretora de criação da opend, a principal inspiração para campanha veio por influência do minimalismo. “Após definido esse caminho eles foram aplicados em imagens que lembram papeis de presente, com temática de natal”.

“Por se tratar de uma marca muito tradicional não tivemos liberdade para mexer tanto na estrutura de informações e diagramação, e os insights vieram da própria kopenhagen. Entretanto, esse ano especificamente, eles decidiram lançar algo fora os símbolos clássicos de natal como as guirlandas, flocos de neve, estrelas, entre outros; e foi ai que achamos o nosso caminho criativo”, destaca Fabiana.

Patricia finaliza comentando que a Kopnhagem ficou muito satisfeita com o resultado do trabalho e o reconhecimento foi percebido inclusive pelos franqueados da marca.

As novas embalagens e os kits de natal já estão disponíveis em todas as lojas da Kopenhagen, em todo Brasil. Corre lá pra ver!

Sobre a opend

A opend é uma agência que faz branding (estratégia e design) sob medida. Uma agência pequena que cria e entrega como os grandes. Um dos pilares da gestão de negócios da opend é o relacionamento duradouro e de atendimento humanizado.

 

 

 

 

Opend assina linha de embalagem da Kopenhagen

11 de novembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Novas embalagens trazem padrões minimalistas de papeis de presente com temática de natal

Então é natal! Sim, a época mais iluminada do ano já chegou e com ela as delícias e especialidades que só conseguimos saborear nessa data! O período de maior efervescência comercial do país oferece muitas oportunidades de serviços, mesmo em ano de crise.

Na opend, agência de branding [estratégia e design], o natal começou há alguns meses quando fomos convidados pela Kopenhagen para desenvolver a sua nova linha de embalagens de panetones e kits de natal.


Leia mais… “Opend assina linha de embalagem da Kopenhagen”