Novos serviços em 2018: live marketing e eventos corporativos

29 de novembro de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Seguindo o dinamismo que o mundo digital requer, a Opend apresenta novos serviços

 Nos últimos anos vinhos muitas agências, mesmo as especializadas em alguns nichos de mercado ou serviços, se transformarem ou morrerem por falta de inovação. O mercado da comunicação caminha veloz e a agência que não se adaptar certamente não sobreviverá.

Sempre ressaltamos sobre a importância de focar em nichos. Porém, uma coisa é trabalhar com nichos, ser especializado em algum ou alguns segmentos de mercado, a outra e ignorar a velocidade da informação digital e não se adequar a ela.

A assessoria de imprensa, por exemplo, é um serviço de comunicação que por muitos anos foi soberano para muitas agências e para os clientes, um modelo de atuação que continua importante, porém foi completamente transformado. A era digital e a sua velocidade foi limando cada vez mais a prioridade por esse serviço, que na maioria das vezes necessita de prazos maiores para apresentar resultados.

Estar em grandes veículos e em veículos de menor circulação, porém segmentado, sempre foi uma estratégia das corporações. No entanto, não que a assessoria de imprensa tenha deixado de ter importância, mas investir em marketing digital: em conteúdos para blogs e redes sociais, abriu o caminho para novos direcionamentos na comunicação, com resultados mais constantes e rápidos.

A soberania dos rankeamentos do Google e os resultados expressivos dos investimentos em Ads, como no Facebook, vem ditando as regras da comunicação para empresas que buscam posicionamento e reconhecimento rápido.

Para acompanhar esse dinamismo, em 2017, a Opend colocou em prática sua nova área de marketing digital, que cuida da operação de ações de comunicação digital, mas principalmente prepara o cliente para atuar nesse mundo, através de um diagnóstico e planejamento estratégico de comunicação.


Leia mais… “Novos serviços em 2018: live marketing e eventos corporativos”

Yes, nos somos barbudos e garbosos!

13 de novembro de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Um privilégio desenvolver produtos para o mercado de beleza masculina, que esta em franca expansão! Melhor ainda e ver esses homens garbosos, cheios de atitudes e colocando literalmente suas barbas de fora!

E por que tantos homens da noite para o dia resolveram ter barbas? Dormiram e acordaram barbudos? Provavelmente não, essa é uma tendência que vai além de fronteiras brasileiras e chega fresquinha do mundo dos influencers digitais, ditando moda e enchendo os barbudos de atitude.

Muitos dizem que ter barba é moda, outros afirmam que é estilo de vida. Mas vai muito além do modismo, barbudos de verdade estão se achando mais bonitos, estilosos, charmosos e isso não tende a acabar.

Junto com as tendências e influencias vem o fato de que o mercado esta mais preparado para atender as necessidades de quem quer ter uma barba grande, que está vinculado a uma demanda de cuidados especiais.

Se antigamente muitos homens não deixavam a barba crescer pela falta de opções de produtos para os cuidados, com o “boom “das barbearias e produtos de qualidade no mercado, o número de barbudos tende a crescer cada vez mais.

Então vamos lá…. tem muito assunto sobre o mundo dos beardeds! Mas o nosso foco é no branding!

A concepção de branding desenvolvido pela Opend

Há poucos meses desenvolvemos a concepção de marca Garboso e seus produtos, uma delicia de job que nos trouxe muitas alegrias em fazer parte, não somente pelo fato do segmento de barbearias estar em franca expansão e oferecer muitas oportunidades, mas o nosso “Boss” é um barbudo de carteirinha e incorporou definitivamente o “Bearded Man”, o que contribuiu para o projeto.

Bruno Tomaz, idealizador da Garboso!

Se em uma das frentes do projeto estava o nosso boss barbudo, do outro lado estava idealizador do Garboso, Bruno Tomaz, que já usa barba há alguns anos e sempre gostou de deixar a sua barba em ordem (segundo ele) e hidratada, mesmo antes da febre dos barbudos.

“Sempre usei produtos para barba de muitas marcas, mas nunca achei uma que me atendesse 100%. Portanto, resolvi criar a minha própria marca, em um momento que me encontrava desempregado e próximo a ter um filho. Vi que aquela era de arriscar, de fazer algo que eu gostasse e que desejava há anos”, comenta Bruno.

Foi um encontro perfeito, dois barbudos liderando o projeto de um produto com característica handmade e a Opend com o seu formato de design sobre medida, o que contribuiu muito para o resultado da marca.

Bruno descreve que o grande diferencial da Garboso é exatamente o fato de ser handmade, algo muito valorizado hoje pelos clientes deles, pois difere da maioria do que existe no mercado.

“Ser 100% natural e ter uma identidade original sempre foi a grande aposta do negócio e quando recebemos as primeiras amostras de design, foi paixão à primeira vista. Uma marca original, robusta, elegante e garbosa… rsrs. Exatamente como imaginávamos, tínhamos então, um produto de qualidade e marca incrível. O que nos deu uma força absurda para nos posicionarmos no mercado e avançar com o comercial”, enfatiza Bruno!

“Desde a criação da marca, até o público alvo, a OpenD foi incrível e inovadora. Não é só colocar um produto novo no mercado, mesmo que com a “cara ótima”, é preciso ter um plano de atuação todo desenhado, saber onde quer chegar e para quem oferecer o produto, fez toda a diferença para o sucesso que estou alcançando com a marca. Acredito que sem a OpenD, o caminho seria muito mais longo e inserto”, afirma o idealizador da Garboso.

Ele ainda acrescenta sobre a concepção da marca como um diferencial do negócio. “Todos adoram o macaquinho e o nome que, diferente das outras marcas, não é um “barba x”, “barba y” ou um “barber alguma coisa”. O visual do produto é completamente original e isso agrega demais ao produto final”.

A Garboso iniciou suas atividades comerciais no mês de julho, de 2017, e já se encontram posicionados em barbearias de renome, que inclusive, vendem produtos das mais conhecidas marcas do mercado.

O mercado de beleza masculina segue aquecido, para saber mais sobre essas tendências veja o excelente artigo da Apas – Associação Paulista de Supermercados.

A Opend é especialista em concepção e criação de branding, fazemos ainda, todo o diagnostico e planejamento do seu negócio ou produto. Vamos falar mais? opend@opend.com.br ou através do (11) 3232-1718

Pão de queijo: o menino dos olhos do Rei

14 de agosto de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Embalagens criativas, produto de qualidade e marca forte = explosão de vendas

Quem disse que São Paulo não é a capital do pão de queijo? Bem, pelo menos não é o que diz as vendas mensais do rei das franquias do Brasil, o Rei do Mate.

O copão de pão de queijo, produto lançado há alguns anos é atualmente um dos itens mais vendidos na rede, mensalmente são mais de 8 milhões de pães de queijo dentro dos copões! É pãozinho de queijo que não acaba mais!

Esse case de sucesso do Rei do Mate inclui-se na serie de artigo que iremos publicar contado a história da Opend com o nosso cliente mais antigo, que temos o maior orgulho em fazer parte.

E qual o segredo de tanta aceitação para um produto, de certa forma comum? Certamente não é somente pela qualidade dele, que por sinal é uma delicia, mas tem todo um contexto de marketing envolvido. Porém, o pondo mais interessante dessa história vai muito além de esforços de marketing, tem muito a ver com: persistência.

Antônio Carlos, diretor de marketing do Rei do Mate contou que para o copão emplacar foi preciso de muita persistência. “Chegar a uma criação ideal para o produto não foi o nosso maior gargalo, difícil mesmo foi fazer com que o produto caísse no gosto do cliente. Foi preciso de muita persistência para não desistir”.

Uma aposta contemporânea e visionaria

Toda marca busca uma referência para o seu negócio, e o Rei do Mate, que já se diferenciava pela maneira nova de servir mate, criou um novo ícone para inovar também no modo de servir pão de queijo. A rede foi a primeira no Brasil e no mundo a vender mini pães de queijo em copos, primeiramente com 12 unidades e em seguida com 18.

“Para que esta dinâmica seja sempre crescente e tenha sucesso, é muito importante que a identidade visual dos copos seja sempre atualizada, para criar este dinamismo na família de Pão de Queijo. E esta foi a nossa grande contribuição”, destaca Ivan, diretor de atendimento da Opend.

A ideia do copão foi uma combinação perfeita entre sabor, identificação com a marca e atualidade. Artistas licenciados pela marca e ícones do momento compõem o formato dos copos, que podem ser levados para casa por um preço que o consumidor não percebe o valor do copo, em média de 15 reais para o copão com 18 unidades, podendo variar de preço em cada unidade.

Veja nesse vídeo como a rede utiliza personagens licenciados em suas campanhas.

Esses copos com personagens licenciados são criados periodicamente, incluindo personagens de peso como o Garfield, Tom e Jerry, Romero Britto, Gustavo Rosa, entre outros.

Alguns copos foram criados para colecionar, como os temáticos que a rede lançou com imagens do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, e ainda as experiências com os copos em 3D. O que acaba instigando o consumidor a consumir mais pães de queijos para aumentar a sua coleção de copos.

Copão com arte tradicional e essa é mantida como base.

Se quiser saber mais como foi esse processo criativo, fale conosco.

E para conhecer um pouco mais dessa história entre a agência e o Rei do Mate leia o nosso ultimo artigo.

Boa leitura e até a próxima semana!

Quando as parcerias com alguns clientes são tão duradouras que se confundem com a nossa própria historia

3 de agosto de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

No mês de agosto faremos uma serie de artigos sobre a nossa longa trajetória como agência de design do Rei do Mate, uma história que começou antes mesmo da Opend existir. Vem com a gente!

O atendimento na rede começou em 2001 quando o Ivan Alatxeve, diretor de relacionamento da Opend, ainda era vendedor de food service na Melhor Bocado, empresa detentora da marca Dunkin Donuts, pioneira e líder no Brasil do conceito American Bakery.

“Foi uma das primeiras experiências de co-branding no Brasil, ou seja, duas marcas convivendo no mesmo espaço, na época Dunkin Donuts sendo vendido dentro das lojas do Rei do Mate através de uma torre com Donuts”, acrescenta Ivan.

Sempre foi perfil da Opend iniciar negócios por meio de um relacionamento, a cada quatro clientes da agência, três vieram por meio de relacionamentos com o mercado ou até mesmo pessoal.

“Após muitos anos de relacionamento como fornecedor de produtos do Rei do Mate, no segundo semestre de 2010 iniciamos o atendimento na rede para atendê-los como agência de design.  A Opend havia começado há muito pouco tempo as suas atividades, mesmo assim o RM acreditou em nós e nos deu a oportunidade de iniciarmos uma jornada ao lado deles”, ressalta Ivan.

Alguns dados do gigante das franquias no Brasil

O Rei do mate atualmente tem 330 lojas espelhadas por todo Brasil, em 85 cidades e 20 estados diferentes. E sua comunicação visual para as franquias é totalmente centralizada, feita pela administração do negócio. A rede cresceu 60% nos últimos 3 anos.

Todo ano a rede recebe selos de reconhecimento de revistas e órgãos especializados, em 2016 foi eleita pela ABF – Associação Brasileira de Frachising como as três melhores franquias do Brasil. 

Para Ivan o principal fator de sucesso da parceria, que se mantem até hoje, foi o relacionamento com as pessoas do RM, além da jornada anterior com o cliente, que ajudou muito na compreensão e adaptação para o atendimento.

“Olhando a exigência do RM conosco, podemos perceber o cuidado que a franqueadora tem com seus franqueados, job após job, mês após mês, ano após ano vemos e certificamos isso. Internamente sempre comentamos que se um dia investíssemos em uma franquia, certamente seríamos franqueados dos Rei do Mate” finaliza.

Entrevista com Antonio Carlos, Diretor de marketing da rede, resume um pouco da história do Rei do Mate.

De lá para cá a agência participou de muitos projetos expressivos com a rede e justamente para celebrar essa história de mais de 6 anos juntos, vamos dividir com você nos próximos artigos, alguns dos trabalhos que marcaram muito esta jornada.

Veja mais alguns artigos relacionados a relacionamento com clientes e o nosso principal negócio: design de embalagem. 

Boa leitura e até a próxima semana!

 

 

 

Feedback: qual é o peso e a medida?

13 de junho de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Acompanhe o depoimento e dicas do site Administradores pela Coach Deborah Toschi sobre Feedback. Descubra qual é o peso e a medida correta que os gestores devem adotar.

Faz 20 anos que atuo na área de Desenvolvimento Humano. Desde sempre, ou seja, estamos falando aqui da década de 90, vejo o tema Feedback como alvo de atenção e preocupação entre os assuntos relacionados a gestão de times e liderança.

O grande “Q” da questão é sempre o peso e a medida que os gestores devem adotar no momento do feedback. Como falar? Quanto? Quando?

Fico aqui pensando se isto é algo tão importante e preocupante, seria bem interessante que este tema fosse alvo de um “case interview” para os líderes. Mas, vamos entender o que se passa na pele dos gestores. Aqueles que já vivem este cenário sabem muito bem que nem sempre é fácil. Ter a certeza e a segurança entre o peso e a medida do que é importante compartilhar com seus funcionários é algo que requer cuidado.

Eu mesma tenho algumas passagens complexas na minha trajetória. Escrevendo este artigo me fez recordar um caso bem marcante.

Eu tinha assumido uma equipe recentemente e tinha uma gestora que já apresentava um histórico de feedbacks desafiadores. Logo após o comitê de avaliação, e com os exemplos dos meus pares na memória, fui para uma sessão de feedback com todo o empenho para mostrar aquilo que tinha ouvido. Para mim era um “last call”, pois já tinha um sinal forte de desligamento à vista.

Eu fiquei uma hora e meia com ela…Com fatos e dados (muitos até descritos no relatório) tentei mostrar os pontos ali exemplificados na avaliação 360 graus. Esperava ao menos um sinal de mudança ou pelo menos abertura para que ela considerasse tudo que foi apresentado, mas não adiantou. Depois compartilhei com o meu diretor as reações e ele disse que não gastaria trinta minutos com aquele caso.

Sim, as chances eram mínimas, mas minha premissa sempre foi tentar até a última fase. Por outro lado, existem situações que não vale tanto desgaste e ali também me serviu de exemplo. Contudo, sempre temos que conduzir este processo de forma que fique claro todos os pontos. A mensagem sem sombra de dúvida foi passada.

Quero então compartilhar 5 dicas para aumentar a sua assertividade no momento de Feedback!

  1. Fatos e Dados

Quanto mais informações concretas, exemplos, situações e outros dados você tiver para exemplificar melhor. Nem sempre o nosso discurso por mais dedicado que seja deixará claro aquilo que queremos transmitir. Então, busque estes exemplos.

  1. Ouça e Pergunte

Durante a conversa, principalmente no início e no fim do encontro procure entender, do ponto de vista do funcionário, o que ele tem observado e compreendido sobre as fortalezas e seus pontos de desenvolvimento. Este ponto é muito importante não só para que o outro tenha espaço para colocar seu ponto de vista, mas para que você compreenda o quão próximo ou distante ele está das considerações que ali serão apresentadas. Este fator ajudará no alinhamento da sua comunicação.

  1. Verdade e Consequências

Sempre fale a verdade. Sim, temos a preocupação de sermos muito duros, pois na nossa cultura relacional sempre evitamos conflitos, mas acredite que a verdade sempre é a melhor aliada. Não deixe de dizer os incômodos! Na hora de falar sobre eles, mesmo quando a pessoa não percebe que aquilo é importante, procure colocar de uma forma construtiva. Aqui tem um ponto que é um grande aliado, as consequências. Se você explica o que é esperado e porque é esperado, o seu interlocutor vai aos poucos entendendo as consequências. Se ele olhar para os desafios e trabalhar em cima disso as consequências tanto para ele quanto para o time serão positivas. Caso ele decida não trabalhar estes pontos ele continuará sofrendo as consequências também. O ganho não é para empresa e sim para todos.

  1. Reconhecimento

Todos os avaliados possuem contribuições e competências que agregam valor. Então, você precisa reconhecer estes pontos. Aqui a regra também é a mesma com fatos e dados. O funcionário que é reconhecido se sentirá valorizado, e consequentemente mais encorajado para se desenvolver cada vez mais.

  1. Assumindo compromissos

O último ponto e muito importante é o compromisso. No final da conversa encerre com um espírito de parceria e comprometimento mútuo. É papel do gestor estar disponível para auxiliar e contribuir com o desenvolvimento do funcionário. Assuma este compromisso com ele, e alinhe quais são os pontos que ele se compromete a partir dali. Toda vez que elaboramos um plano de desenvolvimento fazemos com a finalidade que seja possível de ser atingido e que agregue, e não para que lá na frente os resultados esperados não sejam alcançados.

Espero que estas dicas ajudem o seu processo de gestão de equipe e autoconhecimento!

Fonte: Administradores

O homem de 70 mil seguidores no linkedin

3 de novembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Descubra como ele alcançou milhares de seguidores em apenas alguns meses, através de conteúdo especializado

 O marketing mudou, não e mais preciso bater na porta das pessoas para oferecer seus produtos e serviços, através do conteúdo especializado é possível atrair interessados no assunto e gerar tráfego para o seu site e ou blog. Uma das formas mais eficazes de comunicação da atualidade.

paulo-silvestre-3
Paulo Fernando Silvestre Jr. um dos pioneiros da Internet no Brasil

Conversamos com o especialista no assunto, Paulo Silvestre, jornalista, pesquisador, palestrante, professor e executivo de produtos digitais. O homem que alcançou mais de 70 mil seguidores no linkedin publicando conteúdos regularmente, dos mais diversos assuntos, sempre relacionados ao seu principal negocio: marketing de conteúdo. Veja o seu perfil: Linkedin – Paulo Silvreste

 

Paulo conta que tudo começou com a produção de conteúdo que acrescentasse algo a vida das pessoas, para ele isso é fundamental. “Um bom conteúdo não é o que você acha que é, e sim o que o público acha. Mas sem um bom conteúdo, nada feito”.

Confira a breve entrevista!

[Opend] Qual foi o seu diferencial para alcançar tantos seguidores?

[Paulo Silvestre] Acredito que o grande diferencial é demonstrar empatia de verdade com as pessoas. Conversar com elas, ouvir o que elas têm a dizer, ajudá-las quando possível. Enfim, se relacionar com quem já esta demonstrando interesse em você. É nunca deixar ninguém sem resposta. Da bastante trabalho, mas vale a pena!


Leia mais… “O homem de 70 mil seguidores no linkedin”

Na era digital não basta trabalhar o produto e a marca é preciso fortalecer a imagem

26 de outubro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

A opend e a Inbox Comunicação se uniram para oferecer uma estrutura mais completa em marketing digital, para profissionais liberais, pequenas e médias empresas

A Inbox Comunicação, agência de marketing digital, conteúdo e assessoria de imprensa, respeitada no mercado, principalmente no alimentício (food service, varejo e gastronômico), sobre o comando da Jornalista Fernanda Lage, veio para suprir uma necessidade que a opend tinha em atender a demanda interna de clientes em marketing digital.

“O novo negócio não diminui a participação da agência em design, pelo contrário, amplia a nossa capacidade de atendimento completo em comunicação”, Alatxeve.

Na era digital não basta trabalhar o produto e a marca é preciso fortalecer a imagem, pulverizar a informação, ampliar a visibilidade e atrair interessados ao seu negócio de forma orgânica”, explica Ivan Alatxeve, diretor de relacionamento da opend . estratégia e design sob medida para você.

A Inbox Comunicação já atendia a opend . estratégia e design na parte de marketing digital. “Foram muitos meses de namoro com a Inbox, testamos os métodos de estratégia e planejamento, aplicando ao nosso próprio negócio. Partimos então para a operação com conteúdo especializado e inbound marketing no geral, tudo direcionado, centralizado ao site da opend. Os resultados foram surpreendentes e nos sentimos seguros para oficializar a nossa união e oferecer o formato de negócio aos nossos clientes”, completa Alatxeve.

“Um dos motivos pelo qual nos levou a aceitar a proposta da opend foi o jeito de trabalhar e atender da agência, como nós, a agência prioriza o relacionamento humanizado e a entrega. Sem dúvidas, demos um grande passo ao unirmos as nossas forças”, destaca Fernanda Lage, ex-diretora de atendimento da Inbox e atual diretora de planejamento e atendimento da opend.

Em apenas um mês de operação conjunta, o novo negócio em marketing digital já está operando em cinco novas empresas, de setores como o de beleza e estética, tecnologia e alimentos, além de profissionais liberais como médico e nutricionista.

“Existe ainda muitas propostas, que surgiram de dentro para fora da empresa, graças ao respaldo da opend junto aos seus clientes”, acrescenta e finaliza Fernanda Lage.

Quem quiser saber mais ou necessitar de marketing digital com resultados, procure a opend . estratégia e design sob medida para você.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pela igualdade de gêneros principalmente no campo profissional

28 de setembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Esse artigo não surgiu apenas porque boa parte do nosso time da agência é composto por mulheres, digamos que 90% dele. Mas com o intuito de contribuir com a causa na qual acreditamos, a do “empoderamento das mulheres”, para cessar de vez com as desigualdades de gêneros, a começando pelo mercado de trabalho.

Um tema que fazemos questão de participar, opinar e contribuir com o dialogo.

De um tempo pra cá essa palavrinha: empoderamento feminino vem sendo muito citada em redes sociais e na mídia em geral pela importância do assunto, nossa intenção é de contribuir com esclarecimentos, apoiar a causa e quem sabe ajudar na agilidade dos processos. E é claro que para isso, precisamos fazer certinho o dever de casa, praticando a igualdade de gêneros internamente no nosso negócio.

Partimos do principio de que a maioria das mulheres quer apenas o que é seu por direito, buscam antes de tudo a igualdade de gêneros, respeito e querem ter voz ativa.

Lembrando que essa luta é bem antiga, mas que o movimento começou oficialmente a ganhar força com esse nome em meados de 2010, na assembléia geral da ONU.


Leia mais… “Pela igualdade de gêneros principalmente no campo profissional”

Bons negócios sobre rodas

15 de setembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Quando começou a febre dos food trucks pelas grandes cidades, tive a sensação de que os mesmos carrinhos de cachorro quente e sanduíche ganharam apenas um nome bonito. No entanto, por traz desse nome existe uma empresa completa, com estruturas grandes, quadro de funcionários e uma serie de necessidade para que tudo possa funcionar bem.

Imagine que para servir os alimentos nos trucks é preciso de um local de pré-preparo, e nem sempre é possível encontrar espaço no próprio carro para isso. Aliás, uma das regras exigida por lei, pela vigilância sanitária, é de que exista um local físico de armazenamento e pré-preparo dos alimentos em local diferente dos trucks.

Queremos mostrar nesse artigo completo da Geração Empreendedora os passos para montar um food truck, desde a história dos mesmos, plano de negócios, exigências por lei, quanto custa, principais franquias e até a importância do cardápio.

Confira abaixo o guia completo da Geração Empreendedora:


Leia mais… “Bons negócios sobre rodas”

7 lições dos atletas paralímpicos para a sua carreira

13 de setembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Quando o atleta Ricardo Oliveira conquistou o primeiro ouro para o Brasil na Paralimpiada, uma coisa nos deixou muito impressionados, a expressão de liberdade transmitida pelo seu corpo ao soltar em alta velocidade e totalmente sem visão para ser o melhor do mundo na sua categoria.

O voo de Ricardo Oliveira para a conquista do ouro
O voo de Ricardo Oliveira para a conquista do ouro

Foi como o seu corpo, por aquele instante, não tivesse nenhuma limitação! Uma verdadeira aula de superação e força de vontade, que devemos levar para o nosso cotidiano.

 

É preciso se perguntar, a cada novo dia, como esses superatletas em condições físicas que poderiam ser bem inferiores as nossas, conseguem chegar tão longe?

Fizemos um apanhado de alguns pontos cruciais da rotina desses atletas paralímpicos para aplicarmos no nosso dia a dia profissional. Se conseguirmos alcançar parte disso, certamente já teríamos resultados surpreendentes em nossa carreira.


Leia mais… “7 lições dos atletas paralímpicos para a sua carreira”

Você investiria em franquias de meio milhão de reais?

8 de setembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Esse não é um título pessimista, ele é bastante realista na atual conjuntura do país. E como o nosso papel é de informar, compartilhamos o conteúdo riquíssimo da Exame sobre as 20 franquias mais caras do Brasil, pensando nos nossos leitores que são empreendedores de plantão.

Mas atenção tem que ter bala na agulha, em época de poucos investimentos no país e grandes redes mundiais deixando de investir no Brasil ou encerrando as suas atividades em terras tupiniquins é preciso de muito estudo para entrar em um negócio de no mínimo meio milhão de reais, mesmo com todos os planos de retorno de investimento.


Leia mais… “Você investiria em franquias de meio milhão de reais?”

Saiba como Investir de forma inteligente

1 de setembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Calcular riscos faz parte de todo investimento, acompanhar, prever e criar estratégias. Cada passo deve ser seguido à risca, e em um negócio online não dê o primeiro passo sem que exista um acompanhamento desse investimento.

Atualmente existem vários softwares que acompanham as estatísticas e calculam certos retornos, mas o modelo que devemos basear tudo isso se chama ROI – Retorno de Investimento.

Pesquisando sobre o assunto encontramos um conteúdo riquíssimo de um cara, Tiago Tessmann, que é o mestre das estatísticas avançadas, ADWords, Analytics, Remarketing, entre outros.

No conteúdo abaixo você vai aprender o verdadeiro significado do ROI, como calcular e as vantagens de utilização.


Leia mais… “Saiba como Investir de forma inteligente”

Aqui todo dia é dia de “Pets at work”

25 de agosto de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Sair de casa e deixar o seu bichinho de estimação não é uma tarefa fácil para a maioria das pessoas que amam os seus animaizinhos, não é mesmo? Imagine trabalhar em um local onde fosse possível levar o seu? Essa opção seria um sonho, mas é praticamente impossível na maioria dos locais de trabalho, por varias razões, falta de espaço, de quem cuide, de quem limpe, etc. Apesar disso, algumas empresas vem promovendo o dia do “Pets at work” e os resultados são surpreendentes.

Entre outras dificuldades de permitir que o funcionário leve os seus pets para o trabalho, existe a preocupação com a concentração, etc. E já que tornar essa exceção a uma rotina é inviável, a solução é promover “Dia do Pet at work”, entre tantos benefícios o principal deles é na questão comportamental dos colaboradores, os animais de estimação circulando pela empresa representa alegria, descontração e torna o ambiente mais agradável.

Um dos ganhos com o dia do Pet é também na integração entre áreas e pessoas que nem sempre tiveram a oportunidade de se conhecer ou conversar passam a ter razões em comum para essa aproximação.

Na Opend, a maioria dos dias tem felino circulando por aqui, isso porque os sócios são apaixonados por gatos e talvez por ser uma agência espaçosa mas de menor porte, o que facilita bastante.

Gostar de bichos de estimação é quase que pré-requisito para trabalhar aqui. Mas nos adoramos, a energia fica ainda mais positiva e é sempre uma alegria poder fazer um cafuné entre um café e outro, entre uma reunião e ou um telefonema demorado e outro. Bom para a gente e para os bichinhos também!

Veja a matéria publicada no Estadão sobre o tema.

 

Três benefícios de levar pets para o trabalho

 

10 livros fundamentais para quem quer começar a empreender

18 de agosto de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Tem ideias empreendedoras, quer começar a empreender, mais não sabe como? Veja essas boas leituras que irão instigar e aflorar as suas ideias.

A revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios selecionou 10 excelentes e imperdíveis obras para empreendedores de primeira viagem, com a ajuda de Cynthia Serva, coordenadora do Centro de Empreendedorismo e Inovação do Insper.

São obras com excelentes conteúdos para empreendedores que buscam novos negócios, técnicas importantes, cases de sucesso, como começar, empreendedores extraordinários, startups entre outras imperdíveis leituras.


Leia mais… “10 livros fundamentais para quem quer começar a empreender”

10 filmes imperdíveis para empreendedores no Netflix

20 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Quem nunca ficou por horas procurando um bom filme no Netflix e não encontrou? Talvez os amantes e seguidores de series não passem por estes problemas, já em termos de filmes acredito que o negócio deixa a desejar.

Como empreendedores e cinéfilos de carteirinha, assistimos, aprovamos e recomendamos todas as dicas abaixo sugeridas pelo portal da Exame. Não deixe de assistir, além de excelentes filmes são verdadeiras as aulas sobre empreendedorismo, que irão te inspirar.

Coincidentemente, a maioria do filmes indicados são histórias verídicas e com personagens fortes.


Leia mais… “10 filmes imperdíveis para empreendedores no Netflix”