Feedback: qual é o peso e a medida?

13 de junho de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Acompanhe o depoimento e dicas do site Administradores pela Coach Deborah Toschi sobre Feedback. Descubra qual é o peso e a medida correta que os gestores devem adotar.

Faz 20 anos que atuo na área de Desenvolvimento Humano. Desde sempre, ou seja, estamos falando aqui da década de 90, vejo o tema Feedback como alvo de atenção e preocupação entre os assuntos relacionados a gestão de times e liderança.

O grande “Q” da questão é sempre o peso e a medida que os gestores devem adotar no momento do feedback. Como falar? Quanto? Quando?

Fico aqui pensando se isto é algo tão importante e preocupante, seria bem interessante que este tema fosse alvo de um “case interview” para os líderes. Mas, vamos entender o que se passa na pele dos gestores. Aqueles que já vivem este cenário sabem muito bem que nem sempre é fácil. Ter a certeza e a segurança entre o peso e a medida do que é importante compartilhar com seus funcionários é algo que requer cuidado.

Eu mesma tenho algumas passagens complexas na minha trajetória. Escrevendo este artigo me fez recordar um caso bem marcante.

Eu tinha assumido uma equipe recentemente e tinha uma gestora que já apresentava um histórico de feedbacks desafiadores. Logo após o comitê de avaliação, e com os exemplos dos meus pares na memória, fui para uma sessão de feedback com todo o empenho para mostrar aquilo que tinha ouvido. Para mim era um “last call”, pois já tinha um sinal forte de desligamento à vista.

Eu fiquei uma hora e meia com ela…Com fatos e dados (muitos até descritos no relatório) tentei mostrar os pontos ali exemplificados na avaliação 360 graus. Esperava ao menos um sinal de mudança ou pelo menos abertura para que ela considerasse tudo que foi apresentado, mas não adiantou. Depois compartilhei com o meu diretor as reações e ele disse que não gastaria trinta minutos com aquele caso.

Sim, as chances eram mínimas, mas minha premissa sempre foi tentar até a última fase. Por outro lado, existem situações que não vale tanto desgaste e ali também me serviu de exemplo. Contudo, sempre temos que conduzir este processo de forma que fique claro todos os pontos. A mensagem sem sombra de dúvida foi passada.

Quero então compartilhar 5 dicas para aumentar a sua assertividade no momento de Feedback!

  1. Fatos e Dados

Quanto mais informações concretas, exemplos, situações e outros dados você tiver para exemplificar melhor. Nem sempre o nosso discurso por mais dedicado que seja deixará claro aquilo que queremos transmitir. Então, busque estes exemplos.

  1. Ouça e Pergunte

Durante a conversa, principalmente no início e no fim do encontro procure entender, do ponto de vista do funcionário, o que ele tem observado e compreendido sobre as fortalezas e seus pontos de desenvolvimento. Este ponto é muito importante não só para que o outro tenha espaço para colocar seu ponto de vista, mas para que você compreenda o quão próximo ou distante ele está das considerações que ali serão apresentadas. Este fator ajudará no alinhamento da sua comunicação.

  1. Verdade e Consequências

Sempre fale a verdade. Sim, temos a preocupação de sermos muito duros, pois na nossa cultura relacional sempre evitamos conflitos, mas acredite que a verdade sempre é a melhor aliada. Não deixe de dizer os incômodos! Na hora de falar sobre eles, mesmo quando a pessoa não percebe que aquilo é importante, procure colocar de uma forma construtiva. Aqui tem um ponto que é um grande aliado, as consequências. Se você explica o que é esperado e porque é esperado, o seu interlocutor vai aos poucos entendendo as consequências. Se ele olhar para os desafios e trabalhar em cima disso as consequências tanto para ele quanto para o time serão positivas. Caso ele decida não trabalhar estes pontos ele continuará sofrendo as consequências também. O ganho não é para empresa e sim para todos.

  1. Reconhecimento

Todos os avaliados possuem contribuições e competências que agregam valor. Então, você precisa reconhecer estes pontos. Aqui a regra também é a mesma com fatos e dados. O funcionário que é reconhecido se sentirá valorizado, e consequentemente mais encorajado para se desenvolver cada vez mais.

  1. Assumindo compromissos

O último ponto e muito importante é o compromisso. No final da conversa encerre com um espírito de parceria e comprometimento mútuo. É papel do gestor estar disponível para auxiliar e contribuir com o desenvolvimento do funcionário. Assuma este compromisso com ele, e alinhe quais são os pontos que ele se compromete a partir dali. Toda vez que elaboramos um plano de desenvolvimento fazemos com a finalidade que seja possível de ser atingido e que agregue, e não para que lá na frente os resultados esperados não sejam alcançados.

Espero que estas dicas ajudem o seu processo de gestão de equipe e autoconhecimento!

Fonte: Administradores

10 dicas fundamentais para você fazer seu marketing pessoal

7 de junho de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Todos nós comunicamos e por isso é muito importante cuidar do marketing pessoal. Veja as dicas que o pessoal do Portal Pra Valer separou para você.

Quando se fala em marketing, lembramos imediatamente de comerciais e propaganda de produtos. Mas há uma modalidade que também é utilizada para ajudar na carreira profissional: o chamado marketing pessoal. Saiba mais sobre ele e como pode ajudar em sua jornada de crescimento no mercado de trabalho!

O que é marketing pessoal

É um conjunto de estratégias e ações que visam melhorar a nossa imagem no ambiente de trabalho. Aqui, não importa apenas a aparência, mas também comportamentos, atitudes, networking e preparação. Marketing pessoal é quando o profissional consegue utilizar suas habilidades e qualificações para se diferenciar, alavancar sua carreira, desenvolvendo uma marca pessoal.

Para que serve o marketing pessoal

O marketing pessoal serve para diversos fins aos profissionais que querem se destacar no mercado de trabalho. Ele pode ajudar a conquistar o primeiro emprego, a mudar de posição ou atingir objetivos específicos em seu emprego atual.

10 dicas para fazer marketing pessoal

1 – Defina seu objetivo

O primeiro passo é definir qual será o seu objetivo imediato (por exemplo, ser promovido). A partir disso, trace os passos necessários para atingi-lo. Pesquise junto a outras pessoas que já atingiram meta semelhante à sua se é preciso uma qualificação ou experiência mais específica, por exemplo.

2 – Melhore suas habilidades de comunicação

A habilidade de comunicação será necessária para qualquer objetivo traçado. Monitore-se para se expressar corretamente no ambiente de trabalho e, principalmente, de forma clara, evitando gírias. Se há jargão específico na sua área de atuação, busque dominá-lo e utilizá-lo corretamente em sua fala. Quando na modalidade escrita, utilize corretores de texto ou ferramentas online para ajudá-lo a não enviar e-mails ou redigir documentos com problemas de ortografia.

3 – Qualifique-se

Seja para conquistar um emprego ou uma nova posição, é preciso sempre se qualificar. Na internet, há excelentes materiais para ajudá-lo. Se necessário, invista também em cursos específicos da sua área de atuação. O mercado está cada vez mais competitivo e você precisará ter, além das qualificações comportamentais, qualificações técnicas sólidas para se destacar e atingir seus objetivos profissionais.

4 – Cuide do seu visual

Para trabalhar o seu marketing pessoal não é preciso, necessariamente, investir em roupas de grife, mas sim cuidar da aparência e da higiene. As mulheres precisam cuidar da maquiagem, que deve ser utilizada de forma discreta e sem exageros. O mesmo vale para o perfume, que não deve ser muito forte. Roupas não devem ser curtas ou muito decotadas. Os homens devem ter a barba feita.

5 – Aprenda a trabalhar em equipe

Esta é uma habilidade cada vez mais valorizada pelas empresas. Saber trabalhar em equipe demonstra flexibilidade e habilidade de relacionamento interpessoal para administrar conflitos.

6 – Seja simpático e empático

Dar bom dia, sorrir para as pessoas e ser prestativo são modos de demonstrar simpatia, de ser lembrado e de trabalhar o seu marketing pessoal. Ao se colocar no lugar do outro, seja seu chefe, colega ou mesmo o cliente de sua empresa, você estará sendo empático e isso poderá ajudá-lo a entender melhor as pessoas e a ter novas ideias para resolução de problemas.

7 – Cuide de sua imagem virtual

O marketing pessoal hoje está muito ligado à imagem virtual que temos. Os recrutadores, líderes e colegas de trabalho comumente verificam os perfis dos candidatos e colegas nas mídias sociais. Tenha cuidado com o tipo de postagem que você fará, evite compartilhar fotos ou informações muito pessoais. Utilize esse espaço para compartilhar cursos que você tenha feito ou artigos interessantes de sua área de atuação. Deixe as mídias sociais falarem bem de você.

8 – Mostre que você sabe resolver problemas e entregar valor

As empresas buscam colaboradores que sejam criativos e tenham habilidade para a resolução de problemas. Ao perceber que algum processo pode ser melhorado, elabore uma argumentação e apresente-a ao seu superior. Ajude seus colegas a resolverem problemas em sua rotina, exercite essa habilidade e se destaque por ser um solucionador de problemas , entregando valor à empresa.

9 – Seja comprometido

O comprometimento é um item básico, mas muitos profissionais acabam pecando nesse aspecto, desde o comprometimento com o horário até com prazos de tarefas a serem entregues. Mostre que você é comprometido com os objetivos da empresa e com suas atribuições atuais para que novas atribuições e desafios possam ser destinados a você.

10 – Faça networking

Trabalhe e amplie a sua rede de relacionamentos – ela tem uma grande importância para a vida profissional e é imprescindível para que seu marketing pessoal mostre resultados. Relacione-se com pessoas de sua área de atuação ou da área na qual você gostaria de trabalhar. Participe de eventos como palestras, cursos e seminários. Troque cartão de visitas. Ajude sua rede quando possível e mantenha sempre contato. Isso fará com que você seja lembrado e indicado para futuras oportunidades.

Fonte: Portal Pra Valer

7 importantes dicas sobre marketing digital para profissionais liberais  

2 de dezembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

 

Conforme citamos no artigo anterior, o marketing digital vem transformando a forma de como nos apresentamos e comunicamos. Não adianta oferecer um serviço de qualidade sem que ele seja divulgado de forma assertiva e dinâmica.

A seguir, vejam alguns caminhos importantes e eficazes para promover e divulgar seus produtos e ou serviços no mundo digital.

  1. Diagnóstico do seu negócio

 Antes de iniciar qualquer ação voltada para promoção e divulgação do seu negócio, é preciso fazer um bom diagnostico do mercado de atuação, estudar a concorrência e realizar um levantamento de público, esses são meios fundamentais para identificar as oportunidades.

Com esses dados é possível iniciar a construção de um bom plano de comunicação, para saber em que momento está e aonde quer chegar.

2. Planejamento do marketing on-line

 Após o diagnostico é possível criar o planejamento de marketing já considerando o perfil de público, campanhas, frequência e sequência, entre outros. Planejar a estratégia de atuação é fundamental para alcançar resultados mais expressivos. E apesar da importância de ter um plano para executar, esse plano não deve ser engessado. Cada resultado deve ser mensurado e mudanças de rotas podem ser necessárias para garantir os rendimentos positivos de cada campanha.


Leia mais… “7 importantes dicas sobre marketing digital para profissionais liberais  “

Comunicação on-line para profissionais liberais  

24 de novembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

 

Saiba o porquê é tão importante usar a comunicação digital para se conectar com o seu público alvo e alcançar mais pessoas interessadas no seu serviço

Com a internet as ofertas de serviços aumentaram, informações chegam por todos os meios de comunicação e muitas vezes nem sempre vale o que se mostra, isso prova a força da comunicação online. E se tem gente alcançando bons resultados, mesmo sem oferecer serviços de qualidade, imagine pra quem realmente oferece?

Mas como fazer isso de forma eficiente, como ofertar um serviço qualificado? Como fortalecer a sua imagem e alcançar seu público de interesse? Quais os meios de comunicação on-line devem ser utilizados e quais as ferramentas mais eficazes?

Sabemos que o profissional liberal tem muito conhecimento sobre o seu negócio, mas nem sempre sabe como usar essas informações. Então vem com a gente!


Leia mais… “Comunicação on-line para profissionais liberais  “