4 dicas essenciais na hora de pensar no design de embalagens

30 de maio de 2017 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Na hora de escolher um produto o indivíduo pode levar em consideração diversos fatores como preço, marca, quantidade, oferta e o design da embalagem. O foco de todos os fatores é o mesmo: chamar a atenção do indivíduo na hora da escolha e influenciar na decisão final pelo produto. E para se ter um bom resultado é importante considerar que é a embalagem que será responsável pela introdução do produto ao público, por isso nunca será perda de tempo investir nessa estratégia.

Atualmente, as opções são inúmeras e a diferença entre os produtos cada vez menos visível. O papel do design de embalagens é ter personalidade suficiente para cativar o cliente no ponto de venda entre tantos outras opções. Quantas vezes você já comprou um produto porque a embalagem era bonita ou criativa? Pois é.

Pensando nisso, aqui vão quatro dicas essenciais na hora de criar a embalagem do seu produto.

  1. Criatividade x Funcionalidade

Esse item pode soar conflitante, mas não necessariamente deva ser. É importante, no entanto, levar em consideração que a embalagem deve cumprir seu propósito. Se é uma caixa de suco, independente do seu design, ela precisa oferecer a melhor experiência para o usuário na hora do uso. Ser diferente é extremamente necessário, mas a inovação precisa ser aliada da funcionalidade.

  1. Explore Materiais

Os materiais utilizados devem ser escolhidos de acordo com o público-alvo, mas também carregam em si o posicionamento da marca. É sempre uma boa ideia prezar por materiais sustentáveis ou propor um meio de reciclagem/reutilização da embalagem para beneficiar o meio ambiente.

  1. Seja coerente: Embalagem, Rótulo e Produto

Uma das definições da palavra sincronia no dicionário é: qualidade do que ocorre ao mesmo tempo, podendo ter ou não uma relação entre si. No caso do design de embalagens, a embalagem, o rótulo e o produto precisam ter essa relação e conversar entre si de forma (visual e funcional) harmoniosa. A nossa Diretora de Arte, Fabiana Batista comenta que “…essa é a influência do Designer. Saber usar clains (destaque de palavras ou chamadas importantes) como ex: pague 300ml e leve 500ml. Além da diagramação, clareza de informação e bom gosto. Isso faz toda a diferença em uma embalagem!”.

  1. Menos is The New Black

A estética simples e minimalista agrega mais valor à embalagem conseguindo chamar a atenção do cliente de forma muito mais satisfatória do que uma estética carregada e poluída visualmente. Use as cores como cúmplices para remeter à sensações ou ter função de destaque visual para atrair o cliente. Elas são poderosas e a escolha delas está diretamente ligada ao objetivo maior do produto, assim como as palavras de destaque e chamadas importantes.

Como ter o melhor resultado?

Um bom resultado no design de embalagens é uma junção entre um bom planejamento e execução. Portanto, a escolha de uma equipe qualificada é papel fundamental para que a função de conversar diretamente com o cliente seja alcançada com sucesso pela embalagem. Afinal, também é através da embalagem que a marca chegará perto do cliente e desenvolverá um relacionamento.

Certamente você já deparou com algum design de embalagem que criamos, como algumas linhas da marca Bom Bril (Sapólio, Mon Bijou, Pinho Bril, Limpol, etc), Kopnhagem, Bunge Profissional, Brasil Cacau, materiais institucionais e de ponto de venda do Rei do Mate, entre tantos outros.

Se você estiver desenvolvendo ou quer dar uma cara nova a um produto, troca uma ideia com a gente. Nós da Opend – estratégia e design sob medida pra você – estamos há mais de 8 anos atuando com a criação e desenvolvimento de embalagens que ornam perfeitamente com sua e marca. Clica aí (http://opend.com.br/) e dá um oi pra gente.

Até a próxima e não deixe de dar uma espiadinha no blog, tem muitos outros conteúdos criados pensando em você.

Opend assina linha de embalagem da Kopenhagen

11 de novembro de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Novas embalagens trazem padrões minimalistas de papeis de presente com temática de natal

Então é natal! Sim, a época mais iluminada do ano já chegou e com ela as delícias e especialidades que só conseguimos saborear nessa data! O período de maior efervescência comercial do país oferece muitas oportunidades de serviços, mesmo em ano de crise.

Na opend, agência de branding [estratégia e design], o natal começou há alguns meses quando fomos convidados pela Kopenhagen para desenvolver a sua nova linha de embalagens de panetones e kits de natal.


Leia mais… “Opend assina linha de embalagem da Kopenhagen”

Helvética: a fonte que revolucionou a tipografia moderna  

27 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Uma boa dica para quem usa a criatividade no seu dia a dia e tem ela no seu DNA é o documentário “Helvetica” sobre a história do design e, principalmente, sobre a tipografia, sendo filme dedicado a estudantes e profissionais do meio.

Trata-se de um documentário sobre uma das fontes tipográficas mais adoradas, e é claro que a relação é inversamente proporcional (pois também é odiada por muitos), o “Helvetica” foi produzido e dirigido por Gary Hustwit, em comemoração ao 50º aniversário da fonte em 2007.

Filmado em vários países da Europa e nos Estados Unidos, o longa é uma produção independente sobre tipografia, publicidade, arte e até mesmo sobre o surgimento das redes sociais.


Leia mais… “Helvética: a fonte que revolucionou a tipografia moderna  “

Da série “Caminhos Profissionais”: relação entre designer e cinema

21 de junho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Podemos dizer que mentes criativas normalmente amam a sétima arte, até porque o cinema revela uma grande diversidade de sentidos que, entre histórias reais e fictícias, pode se ver e perceber os mais diversos deles: dor e alegria, amor e ódio… sensações que mesmo não tão nobres têm o dom de nos inspirar.

E quem nunca se inspirou, mesmo não sendo tão amante do cinema?

Para aqueles que vivem no mundo do design e se perguntam qual a verdadeira relação entre o cinema e o design, podemos afirmar que existem várias possibilidades. Em cada uma das etapas de criação, produção, montagem, roteiro, filmagem, gravação, composição de personagem, cenário, figurino e, principalmente, na criação dos materiais de divulgação entra o papel do designer.

Vamos começar pela parte da animação, um recurso utilizado desde o cinema mudo e que vem ganhando cada vez mais espaço no cinema atual. Nesse tipo de formato é extremamente necessária a participação de um designer gráfico. Tanto que a maioria dos cursos de formação profissional de designer, principalmente o designer gráfico, ensina sobre animação e suas inúmeras técnicas utilizadas no processo de criação.

Se para animação é necessária a participação de um profissional de design, não é preciso nem dizer que nos efeitos especiais de um filme pede-se a participação de um designer, não é mesmo? Além dessa parte óbvia, existe a participação também na criação de cenário, de figurino e até mesmo na criação de personagem – da expressão corporal, acessórios, tipo de roupa, material usado e até os demais detalhes característicos de cada personagem.

Uma contribuição de designer já habitual no cinema é no desenvolvimento e criação do website do filme, para ajudar na promoção do mesmo, seguido de toda a parte da comunicação visual, do cartaz do filme, peças promocionais como camisetas, copos, baldes de pipoca etc., e demais materiais gráficos como cartazes, panfletos, entre outras ações de merchandising.

O designer pode começar a participar do filme antes mesmo do início das filmagens, no processo de criação da marca, do próprio nome do filme, da logomarca, entre outros.

São essas e muitas outras as formas de um profissional da criação participar da indústria cinematográfica.

Continue ligado nos próximos conteúdos sobre os caminhos profissionais do especialista em criação.