Marketing voltado para as relações humanas

4 de julho de 2016 - opend [ estratégia e design ] sob medida para você!

Existe uma frase estampada em todas as nossas comunicações que é o norte de todo o negócio da Opend: “Para nós, empresas são indivíduos, nosso trato é humano e nosso atendimento é um relacionamento”. Mais do que uma simples mensagem, é nisso que acreditamos, como um livro de cabeceira, para acordar e dormir refletindo.

Sempre confiamos na gentileza entre relações, construímos toda a nossa história em torno disso e quando encontramos parceiros que pensam e agem da mesma forma, logo tratamos de unir forças. Conhecemos há pouco tempo o projeto Marketing de Gentileza e como a Opend já aplica o conceito foi uma descoberta e tanto.

Em um mundo entre farpas na linguagem web e do fascismo autoritário, onde cada indivíduo acredita ser o dono da verdade, reflexo da cultura da nossa época, uma das coisas que mais nos chamou a atenção no Marketing de Gentileza foi o novo olhar sobre a gentileza no ambiente virtual.

Como surgiu o Marketing de Gentileza?

O projeto mostra que a gentileza pode ser estratégica e natural ao mesmo tempo, com o objetivo de conquistar as pessoas por meio da comunicação nos relacionamentos online, com a ideia central de que o marketing não é apenas sobre marcas, produtos, serviços ou eventos. É sobre relações humanas.

Laíze Damasceno.A idealizadora do projeto, Laíze Damasceno, autora do livro Marketing de Gentileza e diretora da Angorá Comunicação, conta que sempre teve uma veia empreendedora para negócios e sempre sonhou em ter algo bem autoral, que em primeiro lugar pudesse emocioná-la e fizesse muito sentido e que fosse alinhado ao seu propósito de vida e inspirasse, naturalmente, as pessoas de alguma forma.

Tudo começou a acontecer com um workshop a convite do Sr. Gentileza, que, inclusive, escreveu o prefácio do livro.

Capa livro MKT DE GENTILEZA  - LAÍZE DAMASCENO

Perguntamos para Laíze se é possível usar o marketing de gentileza em design digital (imagem e ilustração) e com clareza ela falou a respeito: “Com certeza! A aplicação do Marketing de Gentileza se dá exatamente no que eu chamo de Gentileza Virtual (atenção genuína às pessoas na internet), que pode e deve ser praticada em qualquer plataforma de comunicação e relacionamento, independentemente do formato (texto, imagem, áudio, vídeo etc.)”.

Ela ainda exemplifica sobre como se sente quando acessa um site todo truncado, desatualizado, com um design que não facilita a navegação e com uma usabilidade ruim, com formulários que não funcionam, textos mal escritos, cores mal combinadas etc. “Percebo duas coisas: não passa profissionalismo e, por isso, não gera credibilidade, e a segunda é que a empresa não está nem aí para mim, ou seja, ela não me dá atenção”.

E, para finalizar, a idealizadora do projeto nos conta como o marketing de gentileza pode agregar e ser aplicado em empresas do meio de comunicação:

No relacionamento com as pessoas. Principalmente no relacionamento com os clientes. Quanto mais atenção genuína você dá às pessoas, mais elas confiam em você, te procuram, defendem sua marca, mais embaixadores chegarão, mais a sua empresa se torna querida e, provavelmente, mais sucesso e vendas seu negócio alcançará”.

Para saber mais: Marketing de Gentileza